Estudo comparativo das sensilas antenais de operárias de Melipona scutellaris (Hymenoptera: Apidae) de diferentes altitudes

Marcília Aparecida Nascimento, Tânia Maria Fernandes Salomão, Gustavo Martins

Resumo


Sensilas são estruturas sensoriais presentes nas antenas dos insetos e são responsáveis pela higro- quimio-, termo- e mecanorrecepção. No presente trabalho, as sensilas presentes nos três flagelômeros (F) mais distais de Melipona scutellaris Latreille (Hymenopera: Apidae) coletadas em diferentes altitudes (200 e acima de 900m) foram avaliadas qualitativamente e quantitativamente. A identificação, contagem e medição das sensilas foram feitas a partir de imagens da superfície dorsal das antenas que foram obtidas com o auxílio de microscópio eletrônico de varredura. Foram observadas as sensilas placoide, basicônica, celocônica, ampulácea, campaniforme e tricoide reta e curvada. Comparativamente, o grupo localizado a 200m de altitude possui sensilas tricoides retas em maior quantidade nos três flagelômeros, enquanto que o grupo de altitudes acima de 900m apresentou maior quantidade de sensilas tricoides curvadas no F9, sendo as mesmas maiores para o F10. Essas diferenças foram discutidas em função da localização geográfica dos diferentes grupos aqui estudados. Os resultados da investigação da estrutura antenal de M. scutellaris contribuem para um melhor entendimento da biologia dessa espécie.


A Comparative Study of the Antennal Sensilla of Melipona scutellaris Latreille (Hymenoptera: Apidae) Workers From Different Altitudes



Abstract. The sensilla are sensitive structures located in different insect parts including antennae. They are responsible for the hygro- chemo-, thermo- and mechanoreception. In the present work the antennal topography of two different populations of Melipona scutellaris Latreille (Hymenopera: Apidae) from different altitudes (200 and above 900m) were studied considering the last three distal antennal flagelomers (F). Images of the antennal surface were obtained with the aid of the scanning electron microscope (SEM). The SEM analysis showed that the sensilla placodea, basiconic, coeloconic, ampullacea, campaniform and trichodea are present in the dorsal surface of the M. scutellaris antennae. The number of sensilla trichodea of the straight subtype is greater in the last three flagelomers in individuals of 200m altitude, while individuals located above 900m altitude has a greater number of sensilla trichodea of the subtype curved in the F9 and they have greater length in individuals of 900m altitude only in the F10. These differences were discussed according to the geographic location of the different groups studied here. This work represents the first assessment to antennal structure of M. scutellaris and contributes to a better understanding of the biology of this species.


Palavras-chave


Antena; Meliponini; Microscopia Eletrônica de Varredura; Órgão Sensorial; Antenna; Meliponini; Scanning Electron Microscopy; Sensitive Organ

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



|    Licença de Uso    |     Normas para publicação (PDF)   |    Projeto do Periódico   |   Política de Privacidade    |    Currículo Lattes (Busca)    |   Scielo     |     Títulos de Periódicos ligados à Entomologia e suas Abreviações     |      Ortografa!

Indexadores:

Latindex   |   SEER/IBICT     |    Dialnet     |    Agrobase - Literatura Agrícola     |   Sumários de Revistas Brasileiras     |     DOAJ     |    CABI Abstracts     |    LivRe!       |   RCAAP   |    Diadorim    |    Electronic Journals Library   | Eletronic Journals Index  |   Fonte Acadêmica - EBSCO  |   ZooBank    |   Zoological Records    |   Agro Unitau    |    BASE (Bielfield Academic Search Engine)     

Outras fontes:

   WorldCat    |     Mendeley     |     Google Acadêmico    |    Qualis CAPES 

Copyright © 2008-2018, Entomologistas do Brasil

As opiniões técnico/científicas e mesmo pessoais, constantes nos artigos e comunicações científicas publicados no EntomoBrasilis são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.

 

EntomoBrasilis. ISSN Online 1983-0572 - Prefixo doi: 10.12741

 

 Site hospedado gratuitamente no HostingZone

Fazemos parte da ABEC (Associação Brasileira de Editores Científicos)

Filiado ao Portal de Periódicos CAPES

Apoio