Machos Virgens e Acasalados de Ceratitis capitata Wiedemann (Diptera: Tephritidae) Apresentam o mesmo Sucesso de Cópula e a mesma Capacidade de Inibição de Recópula das Fêmeas?

Luiza Passos Santana, Iara Sordi Joachim-Bravo

Resumo


A mosca-das-frutas, Ceratitis capitata Wiedemann é uma espécie polífaga que causa danos à fruticultura. Para seu controle, uma das técnicas utilizada é a técnica do inseto estéril (TIE), que consiste na liberação de milhares de machos estéreis no campo para competirem com os selvagens pelas fêmeas. O sucesso desta técnica está associado à habilidade do macho estéril em ser aceito pela fêmea e também em prevenir a recópula da mesma. Neste trabalho avaliou-se a influência do status reprodutivo do macho - virgem ou acasalado - no seu sucesso de cópula e na sua capacidade de inibir a recópula das fêmeas. Foram avaliados o tempo de latência e o tempo de duração da cópula de acasalamentos com os dois tipos de machos. Para verificar a capacidade de inibição de recópula, fêmeas acasaladas com machos virgens ou acasalados foram expostas a novos machos virgens um dia após o primeiro acasalamento e observadas quanto a ocorrência de recópula. Os resultados evidenciaram que machos de diferentes status reprodutivos apresentaram similaridades quanto ao sucesso de acasalamento e a capacidade de inibir a recópula das fêmeas, além de tempos similares de latência para a cópula e duração da mesma. Tais dados sugerem que, assumindo-se que os machos estéreis apresentam a mesma biologia básica de machos não estéreis, na aplicação da TIE, machos que já acasalaram uma vez no campo podem continuar a ter a mesma eficiência que os virgens quanto ao sucesso de acasalamento e a capacidade de inibição de recópula das fêmeas.


Virgin and Mated Males of Ceratitis capitata Wiedemann (Diptera: Tephritidae) Have the Same Mating Success and the Same Ability to Inhibit Female Remating?


Abstract. Ceratitis capitata Wiedemann is a polyphagous species that damages fruits and affects their production and consumption. One of the techniques to manage this pest is the Sterile Insect Technique, which consists in releasing sterile males in nature to compete with wild males for mating. The success of this technique is associated with the ability of sterile male in being selected by the female and in preventing female remating with other males. This paper aims to evaluate the influence of male reproductive status in mating success and in female remating inhibition. Tests for evaluating the latency to mate and copula duration were performed to evaluate latency to mate and copula duration based on different male status. In remating inhibition tests, females mated with virgin and mated males, were exposed to other males one day after the first mating so the rate of remating could be evaluated. The results showed that males of different reproductive status had no differences in mating success and in female remating inhibition. The latency to mate and copula duration were similar for both male status as well. Our results suggest that, assuming that the sterile males have the same basic biology of no sterile males, in SIT, after released in nature, mated males can have the same success in mating and female remating inhibition as virgin males.


Palavras-chave


Comportamento Reprodutivo, Moscamed, Técnica do Inseto Estéril; Medfly; Reproductive Behavior; Sterile Insect Technique.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



|    Licença de Uso    |     Normas para publicação (PDF)   |    Projeto do Periódico   |   Política de Privacidade    |    Currículo Lattes (Busca)    |   Scielo     |     Títulos de Periódicos ligados à Entomologia e suas Abreviações     |      Ortografa!

Indexadores:

Latindex   |   SEER/IBICT     |    Dialnet     |    Agrobase - Literatura Agrícola     |   Sumários de Revistas Brasileiras     |     DOAJ     |    CABI Abstracts     |    LivRe!       |   RCAAP   |    Diadorim    |    Electronic Journals Library   | Eletronic Journals Index  |   Fonte Acadêmica - EBSCO  |   ZooBank    |   Zoological Records    |   Agro Unitau    |    BASE (Bielfield Academic Search Engine)     

Outras fontes:

   WorldCat    |     Mendeley     |     Google Acadêmico    |    Qualis CAPES 

Copyright © 2008-2018, Entomologistas do Brasil

As opiniões técnico/científicas e mesmo pessoais, constantes nos artigos e comunicações científicas publicados no EntomoBrasilis são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.

 

EntomoBrasilis. ISSN Online 1983-0572 - Prefixo doi: 10.12741

 

 Site hospedado gratuitamente no HostingZone

Fazemos parte da ABEC (Associação Brasileira de Editores Científicos)

Filiado ao Portal de Periódicos CAPES

Apoio